Cactus Peyotes - Same - Rock Symphony - RSLN 057 - 2001

Dentro de sua filosofia de apoiar o prog nacional e lançar artistas brasileiros, a Rock Symphony lança o disco de estréia da banda carioca Cactus Peyotes. O disco é um caldeirão de estilos (principalmente prog, psicodélico e hard) onde todo o conjunto se destacam, nas o baixista e flautista Ives Pierini é sem dúvida a melhor surpresa. Apesar de alguns clichês e as músicas em inglês (volto a bater na tecla: porque as bandas brasileiras deixam de cantar em português?), a banda mostra que pode fazer muita coisa boa dentro do cenário prog nacional. Cactus Peyotes, apesar de ter sido jogado aos leões no Rio Art Rock Festival (não pode passar o som), mostra que o Rio de Janeiro continua sendo o a referência progressiva brasileira, seguido de perto por Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

As digitais (fotografia Kirlian?) do encarte estão geniais!

Músicos

Daniel Lamas - teclados, violão em 4 e 10
Christian Pierine - guitarra
Jorge SIlveira - bateria e percussão
Ives Pierini - baixo e flauta
Marcus Fernandez - vocais

Músicas

1 - Hamurabi Code
2 - Labyrinths of the Mind
3 - Sdruwz
4 - Spirit of the Forest
5 - Magarça
6 - Toadstool Sea
7 - Soul's Flight
8 - Sacred Blaze
9 - And I Wait...

Contato: cactuspeyotes@bol.com.br

Home - Resenhas