Clearlight Symphony - Infinite Symphony - Clearlight Music - 2004

Sétimo disco do tecladista francês Cyrille Verdeaux que ficou famoso por atuar na música eletrônica e no rock progressivo nos anos 60 e 70 (formou a banda Babylon). 

Inifnite Symphony é o sétimo capítulo da ópera Kundalini. Didier Malherbe (ex-Gong) faz parte deste trabalho, bem mais progressivo que todos os outros anteriores. O disco é composto de cinco movimentos e é quase todo instrumental, sendo que só o terceiro é de uma música, cantada por Shaun Guerin. Trabalho intenso de piano acústico, que faz duelos complexos com o saxofone, violino, guitarra e teclaos mas sem ser algo que siga a linha "esquizóide". Sinfônico, complexo mas ao mesmo tempo audível, intenso, belo e poético. Altamente recomendado. Também entre os melhores de 2004.

Músicos
Cyrille Verdeaux - piano, kurzweil 2600, moog voyager
Peter Mccarthy - guitarra (Rocket Scientists
Dan Shappiro - baixo
Shaun Guerin - bateria e percussão
Didier Malherbe - saxofone, Doudouk
Trevor Loyd - vilino eletrico
Hom Nath - Tabla Drum
Gene Stopp - moog modular system 10
John Tohomas - guitarra
Cory Wright - Tenor sax
Matt Brown - backing vocals
Richard Hardy - soprano sax and tenor, Flute, Tin Whistle

Músicas
Movement I
Movement II
Movement III
Movement IV
Movement V

Site: www.clearlightmusic.com

Voltar - Resenhas