The Muffins - Bandwidth - 2002 - Cuneiform Records

The Muffins - a banda que Fred Frith chamou de "a melhor banda de rock progressivo que os EUA já produziram" - volta depois de uma silêncio de 20 anos. Produzido em cerca de dois anos, este disco só contém material inédito em estúdio. Bandwidth combina elementos do ótimo disco <185> mas um pouco mais solta, com mais influências de Jazz.. Inclui ainda participações especiais do trombonista Doug Elliot (que tocou com a banda nos anos 70). O disco é dedicado a Rick Barse (1948 - 2001), líder da banda Grits, que muito influenciou o The Muffins.

The Muffins are back! A banda de Washington D.C., após ter ficado parada por quase 20 anos, resolveu voltar à ativa em 1998, tendo desde então feito shows esporádicos e participado de alguns festivais. "Bandwidth" foi lançado em 2002 e é o primeiro trabalho de estúdio do conjunto desde sua volta. Contam com a formação clássica, com Dave Newhouse nos teclados, saxofones diversos, clarinete e flauta, Tom Frasier Scott nos saxofones, Billy Swan no baixo e guitarra e Paul Sears na bateria e guitarra; contam ainda com a participação, em quatro faixas, de Doug Elliot no trombone, e um trio de cordas (violino, violoncelo e viola) em uma faixa. O som do The Muffins sempre teve influências de Soft Machine (da época do "Third" até o "Fifth"), The Mothers of Invention e Hafield and the North, sendo o orgão, o fuzz bass e a bateria energética os ingredientes marcantes do som da banda. Com o passar do tempo o orgão foi gradualmente sendo substituído nas composições por passagens com dois instrumentos de sopro (em geral saxofones), dando um toque mais jazzístico ao som do conjunto, que atualmente nos dá a impressão de estarmos ouvindo temas de Duke Ellington rearranjados por músicos da escola Canterbury ou por Frank Zappa. Em algumas faixas como "Walking the Duck" e "World Maps", a introdução da música é marcada pelos dois saxofones, sendo que nesta última eles têm a companhia do trombone. Já em faixas como "People in the Snow" a velha marcação com piano elétrico está presente como pano de fundo para solos belíssimos de flauta e clarinete, finalizando com uma seqüência de metais muito poderosa. Por outro lado, para quem prefere o velho Hammond e o fuzz bass, em "Out of the Boot", a faixa mais longa do disco (7 minutos), todos estes elementos estão lá presentes. Uma grande surpresa ver esta banda maravilhosa de volta e em tão grande estilo! (Renato de Moraes).

Thomas Frasier Scott - Sax alto e soprano, flauta e clarinete
Dave Newhouse - Piano, órgão, sax barítono e tenor, clarinete baixo e flauta
Billy Swann - Baixo e violão
Paul Sears -Bateria e violão
Participações especiais: Doug Elliot (trombone), Amy Taylor (violino), Amy Cavanaugh (violoncelo) e Kristin Snyder (viola)

Músicas:

Walking The Duck - 2:53
World Maps - 6:06
Impossible John - 1:53
Military Road - 3:14
Dear Mona - 3:12
People in the Snow - 5:51
Essay R - 5:53
Out of the Boot - 7:00
East of Diamond - 6:43
Sam's Room - 2:25
3 Pennies - 4:14

Site: http://www.themuffins.org

Home - Resenhas