Tau Ceti - Same - Faunus Records - 1992 (1995)

capa: Vera Maluf

Músicos: D'Elboux - Teclados, Zé do Baixo - Contrabaixo e Ricardo Stuani - Percussão

Músicas: Andarilho (4:38), Antares (7:30), Nada de Cânticos (2:38), Trantor (5:05), Réquiem do Sol (2:12), Tocatta (3:22), A Divina Comédia: Parte I (2:34), Parte II (2:57), 9 Parte III (4:21), Visões Noturnas (2:22), Sons da Chuva (3:36), Pinguim Prismático (6:31), Supperegus Metafisicus (4:47)

Originalmente lançado em 1992 pela Faunus Records em vinil, agora em CD, o Tau Ceti é um trio a la Emerson, Lake & Palmer, mas não segue à risca a receita da banda em todos os momentos. Pelo contrário, mostram personalidade em faixas atonais como Nada de Cânticos e à quase suíte Divina Comédia. Visões Noturnas, com seu andamento melancólico é um dos grandes momentos do disco. Ainda sobre espaço para o Hammond/Moog destruirem em Pinguim Prismático e o baixo em Supperegus Metafisicus. Um disco que passou desapercebido nos anos 90.

Pontos Fortes: A perfeita integração entre baixo, bateria e teclados. Pra que guitarras?
Pontos Fracos: Maior cuidado na produção

Resenhas - Home